audiovisual • projetos realizados

Comecei a trabalhar com audiovisual há quase 10 anos, entre projetos amadores e profissionais.

De 2012 a 2017 atuei como produtora colaboradora da Coisa de Cinema, onde participei da produção dos filmes Depois da Chuva, A Cidade do Futuro e Guerra de Algodão (dir. Cláudio Marques e Marília Hughes), além do festival Panorama Internacional Coisa de Cinema.

Entre 2014 e 2016 trabalhei como produtora audiovisual do Museu de Arte Moderna da Bahia, quando assumi também a Coordenação Audiovisual da 3ª Bienal da Bahia.

Hoje desenvolvo pesquisas e roteiros para projetos audiovisuais, sejam eles meus ou de outras pessoas.

Confira, abaixo, os principais projetos dos quais já fiz parte.

Sounding the Fabric (2019)
curta-metragem documental • direção, fotografia e montagem

Em março de 2019, a saxofonista e compositora Ida Toninato, do Canadá, residente do Programa de Residência Artística Vila Sul do Goethe-Institut Salvador-Bahia, se uniu aos artistas Andrea May, na discotecagem de vinis e efeitos, e Edbrass Brasil, na trombeta e outros instrumentos inventados, para a performance “Sounding the Fabric”, numa fábrica desativada localizada no bairro de Plataforma: a fábrica têxtil São Braz, conhecida como Fatbraz.

CERNa (2017)
curta-metragem documental • roteiro, direção, fotografia e montagem

Klaus Janek e Milena Kipfmüller – ele, contrabaixista italiano; ela, artista sonora alemã-brasileira, ambos radicados em Berlim e residentes da Vila Sul do Goethe-Institut Salvador-Bahia –, convidaram os artistas Jean Souza, Heitor Dantas, Cristiano Figueiró e Edbrass Brasil para, juntos, ouvir, aprender, debater, comunicar, comprometer e, finalmente, ser artisticamente responsável pelo que surgir para a plateia. A performance ocupou o Espaço Coaty, no Centro Histórico de Salvador, arquitetado por Lina Bo Bardi.

3ª Bienal da Bahia (2015)
média metragem documental
roteiro e direção

Um documentário do processo de desenvolvimento e execução da 3ª Bienal da Bahia em três partes: de onde viemos, para onde fomos e Bienal foge do eixo.

3ª Bienal da Bahia

Coordenação Audiovisual